26 de jul de 2009

Um novo caminho...


Todo processo de mudança demanda uma decisão séria e uma convicção precisa de que é preciso alterar o que não está favorável.

Já a algum tempo estava pensando na possibilidade de mudar minha vida radicalmente,confesso que pensei até em algumas bobagens em momentos mais sérios, mas nada disso foi pra frente felizmente, resolvi que precisava então, mudar desde a maneira como eu encarava meu cotidiano até as mudanças internas, essas então, eram mais que urgentes, honestamente, essas são duas mudanças que ainda vão demorar um pouco pra se concluirem, ou pelo menos ainda não aconteceram de maneira efetiva, mas enquanto esse processo ocorre, decidi que é hora de eu dar mais um passo, um passo arriscado eu sei, mas necessário, recebi uma proposta de emprego fora de BH, e resolvi aceitar, não é tão longe assim, mas com certeza é uma mudança, no meu modo de vida, e com certeza, no padrão que ela se encontra atualmente.

Sei que vou deixar algumas coisas para trás, algumas eu não queria, já outras, bem, eu simplesmente preciso deixar, e claro, que a maioria vou levar comigo, como sentimentos, lembranças, emoções e etc... E acredito sinceramente, tenho muita fé que esse vai ser um momento importante, onde vou começar a enxergar coisas, e vivenciar experiencias sob uma perspectiva totalmente diferente, e isso vai ser bom, pro meu crescimento, e quem sabe, não seja a oportunidade que eu tanto busquei pra ser feliz de verdade?

Bom, não sei ainda ao certo o que me espera, o que eu tenho certeza, é que estou finalmente pronto pra trilhar esse novo caminho, sei que não vou ter muito tempo quanto gostaria para estar aqui todos os dias, mas sempre que tiver um tempinho tentarei postar algumas coisas interessantes e todas as novidades dessa minha nova empreitada.

Gostaria no entanto, de agradecer a TODOS, meus amigos virtuais, meus amigos reais, minha família, que tanto tem me dado força, e que sempre vai estar por mim, e em primeiro lugar a DEUS, que tem se mostrado meu MELHOR AMIGO, e sei que ELE estará comigo...SEMPRE!


By

24 de jul de 2009

Exílio confortável


Hoje a prisão não tem mais grades
mas a noite ainda insiste em incomodar
O alvorecer é um alento, que chega devagar
trazendo a promessa de mais um inicio.

Hoje eu estou distante, de mim, de você e de todos
Meus desejos estão inacabados, mas não vencidos
minha força nasceu do suplício, e prevalesceu
tive a chance de mudar tudo, mas escolhi o caminho "fácil".

Hoje...começo aos poucos a me reconhecer no espelho
começo a enxergar que não sou mais o que eu era
minha estrada agora é solitária, eu a escolhi
muitos ainda me acompanham, mas poucos seguem meu caminho.

Hoje, eu entendo um pouco mais a essência do "Destino"
mas não vivo mais em função dele, estou reescrevendo minha história
vejo um mundo de possibilidades, algumas bem distantes, outras nem tanto
não tenho mais o mesmo olhar, nem lágrimas.

Hoje...tenho sentimentos que me guiam
meu próprio tempo tenta saciar minha fome
as grades se foram, já não me sinto mais aprisionado
mas meus pensamentos ainda me mantêm cativo.

Hoje...sou um pássaro com a gaiola aberta
com todo um céu a sua espera, mas ainda me falta algo
não posso mais olhar para trás, existe um mundo à minha espera
meu exílio se tornou confortável, mas já não é mais o que eu preciso.

By

22 de jul de 2009

TABULA RASA


Boa noite a todos, estou dando uma pequena pausa em meus afazeres para deixar um pensamento que me acompanhou nesses últimos dias, e acredito que como vou estar meio ocupado por um bom tempo, não sei quando vou poder estar aqui de novo, mas espero poder fazer isso em pouco tempo.

TABULA RASA: A expressão vem do Latim e significa "Folha em Branco".

Esses dias eu estava lendo um livro, "Ensaio acerca do Entendimento Humano" do grande filósofo Inglês John Locke, uma obra que eu inclusive recomendo a todos, e numa de suas passagens o autor falava sobre a "teoria da Tabula Rasa" em que explica que o ser humano ao nascer é como uma página em branco, que precisa ser escrita ao longo de suas vivências, por nascer sem o conhecimento de absolutamente nada, e a medida que vai assimilando o mundo à sua volta, vai adquirindo experiencias e guardando para si o que aprende, e reage proporcionalmente ao que insere em seu intelecto ao longo do tempo.

Tá, até ai tudo bem, nada de novo nessa teoria, mas exatamente pelo fato de ela parecer tão óbvia, é que vem seu aspecto mais intrigante, pois a experiência começa, mas ela nunca termina, ou pelo menos, quase, pois aprendemos desde o nosso primeiro dia, quando nascemos, até o nosso último, e para alguns, que acreditam em vida após a vida, esse aprendizado definitivamente deve continuar, talvez em outros niveis de entendimento, mas existe um outro aspecto interessante na teoria de Locke, que diz que o ser humano, independente de classe ou etnia, nasce com as mesmas características, ou seja, todos nascem "em branco", o que faz a diferença é exatamente o empirismo de cada um, a maneira como sua cultura será inserida, o que nos remete a um outro pensamento...Que somos definitivamente "Frutos de nosso meio", seja ele social ou cultural. Mas se somos frutos do meio, como alguns se destacam tanto entre outros, mesmo que de maneira diferente? Como por exemplo, uma criança que nasce em um meio completamente sem recursos, tem um infância pobre, sem estrutura social ou familiar, e sem acesso à cultura e conhecimento, como essa criança pode se destacar na sociedade? Podemos pensar em várias hipóteses, força de vontade, determinação, obstinação, mas fato é que esse aspecto é raro, principalmente em países como o nosso, que carinhosamente gostam de chamar de "em desenvolvimento", pois vivemos em um país de oportunidades e possibilidades cada vez mais seletas, onde o "social" é muito mais status do que qualquer outra coisa.

Vocês devem achar que eu estou aqui pra levantar a bandeira da democracia e dos direitos iguais, mas não, mesmo porque, isso não compete só a mim, acho que cada classe da nossa nação tem suas obrigações de observar e buscar os meios pra isso. O que eu gostaria de dizer, minha verdadeira mensagem do post, nem tem tanto a ver com "aspectos políticos ou sociais".

Quero falar sobre experência, vivências, que pra mim é definitivamente, a melhor maneira de aprendizado.

Passei uns dias na casa de uma das minhas Irmãs, e conversamos muito, e numa de nossas conversas, ela me falava do quanto ela já sofreu na vida, ao longo de seus quase 50 anos, e que agora observa a vida de uma maneira diferente, ela, que na sua juventude, foi uma pessoa amorosa, atenciosa e romanticamente lúdica, hoje, depois de passar por tantas coisas, se tornou uma pessoa mais fria, e cada vez mais racional. E observando alguns detalhes da maneira de como ela falava, começei a fazer um paralelo com minha própria vida, as minhas experiências, amores e dessabores, e me perguntei: Será que esse é um preço que vale pagar por ter tantas experiências? Será que vale a pena mudar tanto nossa maneira de ver e viver a vida, pelo fato da vida ter fechado algumas portas? Posso estar enganado, e pode ser que eu mude de idéia no futuro, mas acho que não vale a pena, acredito que mudar assim, é como esquecer da nossa essência, eu não quero chegar nos meus 50 anos e me tornar alguém ácido e desacreditando nas pessoas, quero continuar com meus sonhos de um mundo melhor, pra mim e pra todos, quero viver minhas experiências, de maneira ainda mais intensa, mesmo que tenha que tropeçar, e sei que vou tropeçar muito ainda, mas quero sempre ter a força pra poder levantar de cabeça erguida, olhar para trás e dizer que valeu a pena, pois isso faz com que eu me sinta vivo de verdade.

Acho que cada ser humano tem seu proprio livro, suas "TABULAS RASAS", onde escrevem todos os dias, tudo aquilo que fazem de nós, seres especiais, sem distinção de credos, nacionalidades ou culturas, e eu quero, continuar escrevendo nas minhas, até o fim de meus dias, ou pelo menos, enquanto eu tiver o que aprender com a vida.

Toca o barco.

NAMASTË


21 de jul de 2009

Boletim Informativo nº 001

Boa noite pessoal, em primeiro lugar, gostaria de me desculpar, estive ausente por alguns dias, e informo que estarei por mais alguns, ainda não sei precisar por quanto tempo, mas espero retornar em breve as minhas atividades blogueiras em pouco tempo, estou em meio a alguns contratempos que no momento me impedem de estar com tempo hábil para me dedicar ao blog, mas muito em breve estarei de volta, agradeço o carinho e a compreensão de todos.

Até a volta, um grande abraço do amigo!

15 de jul de 2009

O processo é lento...


"Pensei que eu sabia jogar o jogo
que conhecia de cór todas as regras
mas me esqueci da regra mais importante
me esqueci que pessoas não são peças..."

Paciência e disciplina...duas coisas que nunca combinaram com um ariano como eu,
sempre adepto da política do "É pra já" esperar sempre foi algo que me consumia a alma, mesmo que a espera fosse curta, e agora, tenho que esperar, não sei ao certo por quanto tempo, só sei que é necessário.

Mas até que estou aprendendo muito com a espera, aprendendo a lidar com meus limites, alguns que eu nem conhecia, estou ouvindo muito mais do que falando, cobrando menos das pessoas e consequentemente, cobrando menos de mim mesmo.

Sempre achei que ter que esperar fosse algo que iria me impedir de andar pra frente, mas não é assim tão ruim, na verdade esta é uma oportunidade única de eu estar em contato direto comigo mesmo, pela primeira vez, estou dedicando meu tempo só a mim e confesso que não é fácil conviver com nós mesmos, parece que enxergamos muito mais nossas falhas do que as virtudes, por outro lado, estou aprendendo com todas elas, sem pressa, e sem ter que criar expectativas.

Mas acho que a melhor coisa quando a gente tem a oportunidade de voltarmos mais pra nós, é a maneira de como aprendemos a dar valor às coisas simples, ou coisas que a gente nem dava antes, como uma simples caminhada diária, ou um momento de oração, esses são momentos importantíssimos, pois são só nossos.

Mas é preciso ter muita disciplina pra extrair o que temos de melhor, e aceitar o que não podemos mudar, pra mim é muito difícil ainda, ver uma situação à minha frente e saber que não posso alterar o seu curso, que preciso ser paciente até que as coisas cheguem no lugar, mas to aprendendo, aos poucos, a respeitar esse tempo, e mais importante, vivenciá-lo, entendendo que eu tenho meu próprio tempo, e que cada um tem o seu também, falta muito ainda pra que eu chegue num nível de disciplina emocional, mental e física favorável pra que eu tenha uma noite completamente tranquila de sono, sei que o processo é lento...

Paciência, é o que a gente precisa pra encarar minha vida de frente, não esperar mais do que as pessoas podem nos dar, e não exigir mais de nós do que eu podemos ser, romper barreiras, ultrapassar limites é algo fabuloso, mas nem um atleta consagrado consegue fazer isso sem uma enorme dose de disciplina e paciência consigo mesmo, em conhecer seus proprios limites.

Disciplina é o que precisamos pra que nossa mente, corpo e emoções se alinhem, e consigam assimilar os sucessos e dessabores da vida, e a vida sempre nos surpreende, todos os dias temos momentos onde tudo pode mudar repentinamente, e a disciplina nos prepara pra essas mudanças, ao menos nos deixa nossas reações mais conscientes.

Não somos máquinas programadas, somos seres reativos, e nossas reações dependem do quão preparados estamos para cada situação.

"Existe uma grande diferença entre CONHECER o caminho, e TRILHAR o caminho"

14 de jul de 2009

13 anos antes...13 anos depois.


Antes...

Houve um tempo, uma história
a vida ainda era longa, incerta e insana
mas era uma boa vida, não tinha pressa
vivíamos e sentíamos tudo o que começava.

Cada minuto contava, cada palavra explodia
a música estava dentro de nós, nossa música
viviamos nossos momentos assim, intensos
como se cada segundo fosse o ultimo.

Até que vimos nossas estradas à nossa frente
você foi navegar outros mares, e eu alçei vôo
um vôo às cegas rumo ao meu destino
enquanto você buscou nas águas tua sorte.

Meu céu ainda era azul, o sol ainda me guiava
mas teu mar já não estava tão tranquilo
tuas águas eram cada vez mais agitadas
voei alto, sem medo, por muito tempo.

Mas depois de um tempo, minhas asas se cansavam
Você olhava para o alto, tentando ainda me ver
mas teu barco começava a encontrar águas calmas
E eu já não via você lá do alto.

Teu mar lhe levou pra longe, longe demais de mim
você foi navegar em águas limpas e claras
E meu céu começou a ficar escuro e nublado
Enfrentei tempestades e tormentas.

E o tempo passou, voei por muito tempo
minhas asas já não eram as mesmas
enquanto teu barco lhe levava a lugares distantes
Você viu muitas coisas, vivenciou teu caminho no mar.

Eu já não voava mais, eu apenas descia, vertiginosamente
você navegava cada vez mais rápido com tuas velas ainda mais fortes
já sabia do teu destino, pra onde teu barco iria te levar
e eu, não me importava com a queda, não sabia mais o caminho de volta.


...Depois.

O Sol agora aquecia teu rosto
o vento soprava-lhe nossas canções
canções que o tempo já me fazia esquecer
mas que meu coração não deixou.

Eu tentei desistir, queria que a minha queda fosse mais rápida
mas parecia que eu iria cair por toda a eternidade
eu não tinha mais forças, nem asas
fechei meus olhos, e deixei que o destino se encarregasse.

Você aprendeu a navegar, conheceu todos os mares
encontrou pessoas, culturas, vidas
eu voei, alto, mas pude apenas adimirar os céus, jamais tocá-lo
eu aprendi a voar, mas não respeitei a liberdade dos pássaros, quis ser como eles.

Mas em determinado momento abri meus olhos
e durante minha queda vertiginosa, eu vi
lá embaixo, enxerguei o mar, e num universo de águas claras, vi teu barco
forçei meus olhos, e vi que você estava em teu barco, me vendo lá de baixo.

Então meus olhos lacrimejaram, não sentia mais o frio dos céus
senti o calor do Sol, quando olhei nos teus olhos novamente
você estava com seus braços abertos, me esperando
Não precisava mais das minhas asas, eu já não caía, eu flutuava.

Então você sorriu, e eu sabia exatamente o caminho de volta
então tudo voltou a mim, senti o vento em meu rosto
você me acolheu nos braços, curou minhas feridas
eu olhei em tua alma, e vi teu coração em felicidade.

Nossos caminhos estavam escritos no tempo
onde as águas e os céus voltaram a ser um só
as canções voltaram a ser nossas, os corações em um só ritmo
e as estradas que se separaram antes, seguem agora um único caminho.


12 de jul de 2009

Para um bem maior


SACRIFÍCIO, do latim: Sacro (Sagrado) Oficio (Trabalho, tarefa), e tem o significado literal
de ser uma doação de algo valioso para se obter algo ainda mais valioso.

Muitas vezes ao longo da vida precisamos sacrificar algumas coisas, e muitas vezes sacrificamos algo que é muito querido pra nós, e isso acontece com mais frequencia do que podemos imaginar, é só pensarmos no tempo que sacrificamos quando deixamos de passar mais tempo com nossos filhos ou amigos para nos dedicarmos mais ao trabalho ou aos estudos, sacrifícios na maioria das vezes são escolhas que fazemos, claro que nem todas as vezes são escolhas totalmente acertadas, mas muitas vezes necessárias.

Muitas vezes nos perguntamos se é necessário pagarmos um preço alto para atingirmos determinadas coisas na vida, penso que sim, se determinarmos que se essa meta irá trazer bons frutos, vale a pena nos sacrificar, desde que tenhamos claros nossos objetivos, não deve se sacrificar algo importante apenas pelo impulso do momento, temos que ter a consciencia de que muito raramente os objetivos não serão a médio, ou longo prazo, então sacrifícios demandam uma dose de paciência e disciplina.

Temos vários exemplos de sacrifícios extremos ao longo da História, os chamados Mártires, aqueles que deram suas vidas por acreditarem que suas elas seriam entregues em troca de um bem ainda maior, como Tiradentes, ou o próprio Jesus Cristo, talvez o MAIOR sacrifício conhecido por nós.

Sacrificio, uma palavra que às vezes nos assusta, pois na maioria das vezes pensamos que talvez não estamos dispostos a abrir mão de determinadas coisas pra que advenham outras, esse é o APEGO, um sentimento perigoso, que nos prende e nos limita, nos impede de seguir adiante, que é uma das partes mais importantes no ato de se sacrificar, pois fazer um sacrifício é ter a consciencia de que é preciso seguir em frente, quando decretamos o fim de um período de luto por exemplo, estamos nos sacrificando, para que aquele sentimento de tristeza dê lugar a uma fase de renovação, por outras vezes, sacrificamos a "estabilidade" de um emprego por um outro, com um salário melhor, mas que iremos nos esforçar mais, ou podemos decidir trocar a vida moderna e confortável das grandes cidades, pela paz e tranquilidade de uma vida no interior, todas as nossas escolhas trazem sacrifícios, resta saber se estamos dispostos ou não a pagar o preço por eles.


NAMASTË

Meme (ANJO DA SORTE)


Boa Tarde, fiquei muito feliz de ter ganhado esse selinho da querida amiga Ana do Blog: PELOS CAMINHOS DA VIDA, e estou repassando a todos os amigos e companheiro de BLOGOSFERA!

Que este ANJO traga a todos muita PAZ, SAÚDE E FELICIDADE!

NAMASTË

WΔ££™

Contra todas as possibilidades


Bom dia,

Depois de alguns dias de ausência, estou de volta a fazer as duas coisas que mais me dá prazer nessa vida... ouvir música e escrever, sei que muitos de vocês já não aguentavam mais ver o Michael aí embaixo, e peço desculpas a todos, mas foi uma semana agitada, cheia de contratempos, algumas surpresas, como a minha sobrinha que mora nos EUA que resolveu fazer uma "visitinha" engraçada e muito, muito estranha, tive alguns percalços no caminho, mas no mínimo uma coisa bacana aconteceu, redescobri uma habilidade minha que não praticava a um bom tempo, voltei a fazer música.

Mas não sou músico, há alguns anos usava minhas horas livres pra me dedicar a um hobby, a de DJ de fim de semana, nada profissional, mas na semana passada, gravei um CD para uma festa que eu fui, e não é que o povo gostou? Tanto que já me chamaram pra fazer algumas outras festas.

Decidi então levar a coisa a sério, inclusive e essa semana começei a me informar sobre o assunto, entrei em sites, comprei umas revistas e alguns cds, estou usando alguns programas de mixagem, e fazendo algumas experiências, sei que ainda vai demorar até eu virar um expert no assunto, mas sinceramente agora quero levar a coisa adiante, afinal, deve ser muito bom fazer algo que eu simplesmente AMO como música, e ainda ganhar uns trocados...rs!

Se a coisa vai render bons frutos eu ainda não sei, mas quero me dedicar, ainda que contra todas as possibilidades, e assim que tiver um material bacana eu coloco aqui pra apreciação de vocês ok?

NAMASTË


7 de jul de 2009

E O HOMEM DO ESPELHO SEGUE VIAGEM RUMO À TERRA DO NUNCA...

Eu me lembro como se fosse ontem, eu tinha 08 anos de idade, tinha acabado de chegar da escola, e estudava à tarde, o ano era 1983, e como de costume, fazia minhas tarefas escolares, minha mãe preparava o lanche e eu sentava com meus irmãos pra assistir TV, a gente assistia a um dos únicos programas de clipes musicais que passavam na época, na extinta REDE MANCHETE, e se chamava FMTV, talvez alguns se lembrem, e talvez ainda se lembrem da apresentadora, e pra quem não se lembra, acreditem, era PATRÍCIA PILLAR, e nesse dia em particular, assisti impávido, a um clipe de aproximadamente dez minutos, a música era Billie Jean de Michael Jackson, que na época, e durante muito tempo depois, se tornou bem mais que um videoclipe, se tornou um verdadeiro evento!

Naquele momento, assistindo ao clipe, conheci a música de MJ, e depois disso, passei a gostar, meus irmãos mais velhos já tinham alguns LP´s singles dos Jacksons 5, a banda que ele formou com seus irmãos no início de carreira, mas passei a gostar realmente depois do clipe, logo depois disso, meu irmão comprou o álbum Thriller, e eu ouvia todos os dias, repetidas vezes, e me tornei realmente fã daquele som característico, a musica realmente bateu forte em mim.

Demorei para escrever sobre a morte de Michael Jackson, falar da morte de alguém não é uma coisa que me agrada muito, principalmente falar da morte de um ícone, porque podem dizer o que quiserem, mas ele realmente fez diferença, seja pela sua música, seja por sua vida polêmica, mas assim como John Lennon, Pelé ou Jesus Cristo, ele fez e continua fazendo parte da cultura mundial.

Michael vai ser lembrado de várias formas, por seu histórico conturbado, começando por uma infância difícil, em que alguns afirmam ter tido até violência por parte do seu Pai, ou até mesmo sobre sua sexualidade, algumas vezes contestada e até levada ao extremo em tribunais, mas fato incontestável é que, ele nos deixou um grande e talvez o único legado importante pra nós fãs...a sua Musica! E isso vai perdurar, pra sempre, ao menos pra mim.

Muitas músicas dele vão marcar pra sempre várias pessoas, tenho certeza que muitos relacionamentos começaram e até terminaram embalados por alguns de seus sucessos, mas pra mim, a mais linda de todas, e é exatamente o que eu gostaria de compartilhar aqui, deixo também a tradução dessa maravilhosa letra, portanto, sem mais delongas, senhoras e senhores...O HOMEM NO ESPELHO/ MICHAEL JACKSON:











Eu vou fazer uma mudança de uma vez em minha vida.
Vai ser bom de verdade, vou fazer uma diferença,
Vou fazer isso direito...

Enquanto eu dobro a gola do meu casaco de inverno favorito,
Este vento está soprando minha mente.
Eu vejo as crianças nas ruas, sem o suficiente para comer.
Quem sou eu para estar cego,
Fingindo não perceber suas necessidades?

Uma indiferença de verão, um pião [feito] de uma garrafa quebrada
E uma alma de homem.
Eles seguem uns aos outros no vento, você sabe,
Porque eles não tem nenhum lugar para ir.
É por isto que eu quero que você saiba:

REFRÃO:
Eu estou começando com o homem no espelho,
Eu estou pedindo a ele para mudar seus modos.
E nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara:
Se você quer fazer do mundo um lugar melhor,
(Se você quer fazer do mundo um lugar melhor)
Olhe para si mesmo, e então faça uma mudança.
(Olhe para si mesmo, e então faça uma mudança)

Eu tenho sido vítima de um tipo de amor egoísta,
É hora que eu compreenda
Que existem alguns sem casa;
[estou sem] nenhum centavo para emprestar.
Seria realmente eu, fingindo que eles não estão sozinhos?

Um salgueiro profundamente marcado [com cicatrizes],
O coração partido de alguém
E um sonho desanimado (sonho desanimado).
Eles seguem o exemplo do vento, você percebe,
Porque eles não têm nenhum lugar para ficar.
É por isto que estou começando comigo,
(Começando comigo!)

REFRÃO

Estou começando com o homem no espelho,
Estou pedindo a ele que mude seus modos,
(Mude seus modos!)
E nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara:
Se você quer fazer do mundo um lugar melhor,
Olhe para si mesmo, e então faça aquela...
(Olhe para si mesmo, e então faça aquela...)
Mudança!

Estou começando com o homem no espelho,
(Homem no espelho - oh sim!)
Estou pedindo a ele que mude seus modos,
(Melhor mudar!)
nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara:
(Se você quer fazer do mundo um lugar melhor...)

(Olhe para si mesmo e então faça a mudança),
(Você tem de entender bem, enquanto tem tempo),
(Porque quando você fecha seu coração),
Você não pode fechar sua... sua mente!
(Então você fecha... sua mente!)
Aquele homem, aquele homem, aquele homem, aquele homem...
Com o homem no espelho...
(Homem no espelho, oh sim!)
Aquele homem, aquele homem, aquele homem,
Estou pedindo a ele para mudar seus modos...
(Melhor mudar!)
Você sabe... aquele homem...
Nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara:
Se você quer fazer do mundo um lugar melhor,
(Se você quer fazer do mundo um lugar melhor)
Olhe para si mesmo e então faça a mudança.
(Olhe para si mesmo e então faça a mudança)

Eu vou fazer uma mudança,
Vai ser bom de verdade!
Vamos!
(Mude...)
Apenas levante-se,
Você sabe.
Você tem de parar isso,
Você mesmo!
(Sim! Faça aquela mudança!)
Eu tenho de fazer aquela mudança, hoje!
(Homem no espelho)
Você tem de
Você tem de não deixar seu próprio... irmão...
(Sim! Faça a mudança)
Você sabe - Preciso entender aquele homem, aquele homem...
(Homem no espelho)
Você precisa
Você precisa se mexer! Vamos! Vamos!
Você tem de
Levantar-se! Levantar-se! Levantar-se!
(Sim! Faça aquela mudança)
Levante-se e eleve a si mesmo, agora!
(Homem no espelho)
(Sim! Faça aquela mudança!)
Vou fazer aquela mudança...
Vamos!
Você sabe!
Você sabe!
Você sabe!
Você sabe...
(Mude)
Faça aquela mudança...


NAMASTË M.J.

Mil Palavras (Através dos anos)


Eu sei que você está escondendo coisas
Usando palavras gentis para me proteger
Suas palavras eram como um sonho
Mas sonhos nunca puderam me enganar
Não tão facilmente

Eu agi tão distante então
Não disse adeus antes de você partir
Mas eu estava escutando
Você lutava suas batalhas longe de mim
...tão facilmente

“Guarde suas lágrimas, porque eu voltarei"
Eu pude ouvir que você sussurrou quando fui embora
mas eu ainda jurei
Esconder as dúvidas,enquanto eu volto as páginas escritas
Gritar poderia ser a resposta
E se eu tivesse chorado e implorado pra você não partir?
Mas agora eu não tenho medo de dizer o que está em meu coração

Embora mil palavras
Nunca terem sido faladas
Elas irão voar para você
Cruzando todo o tempo
E distância que mantêm você, suspensa em asas prateadas

E, mil palavras
Mil confissões
Irão acalentar você
Fazendo toda a dor que você sente parecer tão distante
Elas irão manter você para sempre

O sonho não está acabado ainda
Embora eu freqüentemente diga, eu não posso esquecer
Eu ainda revivo aquele dia
Você estado lá comigo todo o caminho
Eu ainda escuto você dizer
“Espere por mim eu lhe escreverei cartas”
Eu pude ver como você ficou com seus olhos para o chão

Mas ainda eu jurei
Esconder as dúvidas,enquanto eu trago nossas páginas de volta
O medo não será mais a resposta
E se eu tivesse sacudido minha cabeça e dito que não esperaria?
Mas agora estou forte suficiente para saber
Que não é muito tarde

Porque mil palavras
Gritaram através dos anos
Elas voaram para você
Mesmo que eu não pudesse ver
Eu sei que chegaram a você
Suspensa em asas prateadas

Sim, mil palavras
Mil abraços
Irão acalentar você
Fazendo todos os seus dias difíceis parecerem distantes
Elas irão manter você para sempre

Ah, mil palavras
Nunca foram faladas
Elas voaram para você
Elas carregaram você para casa e de volta em meus braços
Suspensa em asas prateadas

E mil palavras
Gritaram através dos anos
Elas te acalentaram
Transformando todos seus anos solitários em somente dias
Elas irão manter você para sempre

WΔ££™

5 de jul de 2009

As cinco engrenagens


Boa Noite caros leitores,

Acordei hoje muito bem, com uma alegria radiante e uma vontade enorme de escrever, queria ter feito isso como minha primeira coisa do dia, mas como a maioria de vocês sabem, domingo é um dia que tem pelo menos uma coisa que eu gosto, o fato de estar um tempo com minha família, é sempre uma festa.

E por falar em festa, fui a uma muito boa, a festa de aniversário de 18 anos da minha sobrinha, que aconteceu ontem, foi realmente maravilhosa, cheia de alegrias e de surpresas igualmente maravilhosas, desde um vídeo com uma montagem de fotos que foi mostrado em um telão, que foi realmente emocionante, até o pedido oficial do namorado dela, aos pais, com direito a aliança de compromisso e tudo.

Realmente foi uma celebração que mexeu muito comigo, minha familia tava quase toda lá, com exceção de alguns irmãos que não puderam ir (uma pena...perderam), mas foram momentos realmente muito bons, de qualidade, e claro, de muita emoção.

Mas esse evento mexeu comigo não só pelos acontecimentos, mas por me lembrar de algo importantíssimo, a união!

Li certa vez um artigo de psicologia, e achei super interessante a maneira como ele falava do conceito de princípios básicos que precisamos para ter a felicidade, não em plenitude, mas pelo menos uma vida satisfatória, o artigo dizia que nossa vida é como um relógio, que pro seu funcionamento perfeito, precisa ter suas engrenagens funcionando em perfeita harmonia e sincronia, e que na nossa vida, e seriam essas 05 engrenagens básicas que fazem da vida uma experiencia prazeirosa e feliz, e são elas:

1ª: FAMILIA

A engrenagem principal, aquela que rege toda a estrutura do funcionamento perfeito das nossas emoções, onde temos nossas primeiras referencias de vida, enxergamos as nossas necessidades básicas para que tenhamos uma boa vida, e uma vida familiar saudável, alegre e intensa é primordial para a formação de nosso caráter, uma estrutura familiar bem definida é fundamental para nossa vida futura.

2ª OS AMIGOS

Amizade é algo que é importante em qualquer instância de nossas vidas, seja ela familiar, profissional, acadêmica, é um conforto saber que temos pessoas ao nosso redor, que partilham conosco nossas vivencias, mas apesar de amizade ser um princípio verdadeiro, temos que ter certa cautela ao fazer novas amizades, procurando evitar os "amigos" de ocasião, aqueles que se valem de certo interesse, ou que visam algum benefício proprio com o nosso convívio, e acredito que todos voces sabem que esses "amigos" têm aos montes por ai, numa parcela talvez até maior que os VERDADEIROS AMIGOS, aqueles que a gente pode contar sempre, a qualquer hora do dia ou da noite, que estão dispostos sempre a nos ajudar, seja apenas pra ouvir, como para dizer palavras duras, mas sempre verdadeiras. A amizade é algo tão fundamental que algumas duram a vida toda, amizades crescem e se fortalecem exatamente na medida que a gente cresce e se fortalece também, por isso é tão importante cultivarmos e cuidarmos sempre das nossas amizades, elas nos dão suporte, assim como a familia, para as dificuldades do mundo exterior.

3ª OS OBJETIVOS:

Essa engrenagem, aparece numa fase mais posterior da vida, quando começamos a nos constituir como pessoas adultas, aparecem geralmente na juventude, quando olhamos para o mundo e tentamos definir o que queremos dele, no entanto, é preciso diferenciar os objetivos dos sonhos, pois objetivos são geralmente metas que desejamos alcançar a partir de um ponto, onde idealizamos e lutamos por aquilo, já os sonhos, são suposições quase lúdicas de algo que queremos pra nós, mas não temos tanta convicção de que se concretizará. Devemos focar nossos objetivos ou metas em algo que seja plausivel em termos de possibilidade, exemplificando, um sujeito pode idealizar que vai fazer faculdade de medicina e se tornar um cirurgião plástico, ou pode dizer que sonha em ganhar na mega sena pra poder ajudar a familia toda, perceberam a diferença? Todos precisamos ter objetivos na vida, precisamos delinear pra onde queremos que aponte nosso horizonte, pra que possamos seguir rumo a ele, desde a mais simples meta, como conseguir um emprego melhor, ou até mesmo de formar uma família, pode-se dizer até, que ter objetivos, é fundamental pra que tenhamos estimulos pra viver.


4ª RELIGIOSIDADE

Essa é uma engrenagem importantíssima para o funcionamento perfeito da grande "Máquina da Vida", pois geralmente é nela que depositamos nossas esperanças, desejos, frustrações e medos, ter nossa espiritualidade equilibrada (seja ela manifestada por qualquer dogma ou religião) é imprescindìvel para que tenhamos firmes nossos propósitos de vida, e também para que saibamos que independente das dificuldades, não estamos sós, e é uma poderosa ferramenta para o auto conhecimento, visto que a experiencia da espiritualidade, é algo estritamente pessoal, nossa fé e resignação para com nossas crenças é somente nossa, ninguém pode tê-la ou fazê-la se manifestar por nós. E ainda existe um outro importante benefício em se ter uma vida espiritual ou religiosa bem definida, vivenciamos e aprendemos a diferenciar de forma bem clara, o conceito do que é o bem ou do que é o mal, o que é certo e o que é errado, definindo de forma concisa, o que chamamos de caráter.

5ª O AMOR

Essa talvez, seja a mais difícil engrenagem de se manter em funcionamento, por vários motivos, seja por expectativas, por medos, por frustrações, ou pelo simples fato de achar que esse sentimento não existe, mas é uma das mais, ou talvez a mais importante como necessidade básica, pois todos, sem excessão, no mundo inteiro, necessitam, ao menos uma vez na vida, ter sucesso no amor, esse sentimento dispensa apresentações, extremamente complexo e igualmente necessário como todos os outros 4 conceitos aqui apresentados, às vezes pode se apresentar como uma válvula de escape para outros problemas, ou em outras ocasiões, como um caminho infalível para a felicidade, e é nesse ponto que a maioria das pessoas tropeça, pois algumas acreditam piamente que o amor é o único fator imprescindível para ser feliz, o que não é verdade, não totalmente pelo menos, afinal, tenho certeza que alguem já fracassou tentando desesperadamente amar, mas estando infeliz, em alguma área da vida, e definitivamente, se um amor começa assim, já está fadado a acabar, talvez antes mesmo de começar, o amor, e eu digo o amor verdadeiro, o qual eu acredito ser real, é um sentimento de plenitude, e não existe plenitude sem equilíbrio, talvez por isso, o amor seja um sentimento tão complexo de ser atingido em sua forma pura, é como um diamante bruto, sabemos do seu real valor, mas pra isso ele precisa ser lapidado, com muito cuidado e esmero, e o amor deve ser tratado com igual atenção, ele pode até ser o sentimento mais importante, mas não devemos esquecer de que temos vários outros, que tem que estar em harmonia para que não haja uma verdadeira disfunção generalizada de nossa "Máquina".

Bom, é mais que óbvio que precisamos evoluir e amadurecer muito, pra que todas as engrenagens estejam em perfeito funcionamento, e assim como toda e qualquer engrenagem, precisa de lubrificação, esses conceitos precisam ser constantemente revistos por nós, é preciso sempre avaliar seu funcionamento, e caso haja algum "defeito" que seja solucionado de maneira correta, é extremamente dificil que a gente esteja sempre 24 horas por dia, 365 dias por ano em equilibrio total, mas precisamos estar sempre atentos, pois nossa "Máquina" tem data de fabricação e prazo de validade, portanto, vamos fazê-la funcionar da melhor maneira possível.

NAMASTË

WΔ££™

4 de jul de 2009

4 de Julho- Dia da Independência


Boa noite amigos, Hoje fazem exatamente 233 anos que Thomas Jefferson declarou a independência dos Estados Unidos da América, tornando aquele povo livre das amarras Inglesas, é claro que não deve ter sido um processo fácil, assim como nenhuma libertação é, mas não sei ao certo se os americanos se consideram um povo totalmente "Independente", pois desde o 11 de Setembro, se tornou visível a maneira como os americanos se tornaram reféns do medo, Osama Bin Laden pode não ter tido sucesso na guerra do Afeganistão, mas ele conseguiu sucesso em uma outra guerra que na minha opinião é muito pior, a Guerra Psicológica, haja vista as estatísticas desde os famigerados atentados, o número de suicídios aumentaram drasticamente nos EUA, assim como os casos de depressão e síndromes do pânico.



Mas não estou aqui pra falar sobre o que aconteceu naquele tempo, e nem do que acontece atualmente nos EUA, mesmo porque, nem é meu país, apesar de ser uma nação de importância notória no mundo. Mas coincidentemente estou para falar de Independencia, a minha. Hoje acordei tarde, muito tarde, por volta de 12:30, e acho isso muito ruim, pois fico o dia inteiro com a sensação de estar meio lesado, mas é porque não tive uma noite de sono muito boa, aliás, noite de sono de qualidade é algo que não tenho tido há muito tempo.


Mas enfim, hoje decidi declarar a Minha Independência, da minha culpa, e dos meus erros do passado, acho que já foi tempo o suficiente para que todos os julgamentos fossem feitos, a sentença já foi decretada, e paguei minha pena.

Cometi erros, alguns graves, outros nem tanto, mas tive acertos também, e acredito que tudo o que aconteceu teve uma razão, um porque específico, e nada, mas nada mesmo foi em vão, a vida tem que seguir seu curso, e o tempo não pára , então eu decidi que já era hora de eu me livrar dessas amarras que me prendiam e faziam com que a culpa e o medo de errar de novo continuassem instalados aqui, caramba, eu vejo tanta gente que não vale um centavo, cometem tantas cagadas sérias (com o perdão da palavra) e conseguem uma segunda chance, porque eu não posso ter também, haja vista que eu não me considero um criminoso, nem psicopata e muito menos, não sou Político de Brasilia, porque não posso ter minha segunda chance?

Então eu percebi que pra que essa chance aconteça, a primeira coisa que eu precisava fazer era me livrar da culpa, o que não foi um processo fácil, definitivamente não, demandou uma enorme fração de paciencia, de senso de limite e principalmente, de uma análize interior completa, de como todos os acontecimentos me fizeram enxergar o porque de todas as minhas falhas, e o que realmente me levou a elas.


Durante toda a minha vida, eu perdoei várias vezes, várias pessoas e em variadas ocasiões, mas honestamente, perdoar a si mesmo é muito, mas muito mais difícil, porque só nós sabemos de verdade o mal que causamos, às pessoas e a nós mesmos quando cometemos certos atos, e essa foi a parte mais difícil.


Então o dia de hoje, pra mim, é algo que quero levar comigo, que seja mais um dos tantos divisores de água que tive em minha vida, que separa periodos e onde uma nova fase se inicia, é óbvio que eu sei que ainda vou cometer erros no futuro, mas sei também, que minha perspectiva mudou, e que mudei muito, tenho mais noção dos meus próprios limites, e não tenho mais aquela vontade incessante de querer "abraçar o mundo" sei que posso agora apenas tentar fazer minha parte, esse pode até ser um pensamento comodista, mas está me servindo de alento agora, porque eu sei o quanto o mundo é grande, e que pra que eu faça algo de bom pras pessoas ao meu redor, algo bom de verdade, eu tenho que começar por mim.


Hoje eu me declaro independente, dos meus medos, das minhas frustrações de outrora e da minha culpa, não me eximo dela, mas sei que eu posso me perdoar, para que as pessoas possam me perdoar também, mas principalmente, tenho o perdão de Deus na minha vida, hoje e sempre!



NAMASTË

WΔ££™

3 de jul de 2009

A Face



Tudo estava tão perto, e tão longe ao mesmo tempo

Senti que minhas mãos estavam firmes, o propósito estava aceito

me deslumbrei com a realidade à minha frente

consegui enxergar em um breve lampejo, a alegria me tomou o peito.


Ali estava eu, diante de minha utopia que me pareceu tão real

e era justo que eu tomasse posse desse desejo, que já era certo

entre sorrisos, melodias, vontade e volúpia insana

materializou-se em mim, uma realidade que queria cada vez mais perto.


Mas o destino quis que fosse diferente, e ele decretou

que eu fizesse uso mais uma vez das minhas vestes negras, e me cedi

me lancei na espiral do caos, sem rumo, quebrei todas as regras

viajei por estradas tortuosas, e ao perceber que não podia mais olhar pra trás, me perdi.

Tentei falar com as estrelas, com o Sol e com a Lua

mas eles não me deram ouvidos, tentei então o Mar, sem sucesso
então busquei os céus, fechei meus olhos em oração

dobrei meus joelhos e pedi, que o Criador pudesse me guiar ao meu regresso.


Então senti algo falar no meu peito, algo diferente, puro
lembrei dos meus tempos de criança, do sorriso casto

me lembrei que eu era feliz, que o bem habitava em mim
voltei aos céus,
e vi a face de Deus em uma criança, e que meu caminho ainda era incerto, mas vasto.


E lá vou eu, mas dessa vez, não vou só...


by WΔ££™

2 de jul de 2009

O farol


Um alento àqueles que se perderam no caminho
Esperança para aqueles que já não acreditam
Ponto de alívio para os que chegam
Saudade para aqueles que seguem viagem.

O Farol...Sempre no mesmo lugar
Atento, suscinto, silencioso seu foco
nos aponta o destino
sua Luz,
nos traz tranquilidade.

Na quietude do mar, ele observa o horizonte
enxerga as vidas que passam,
guiadas por ele
um trabalho rico e solitário,
mas que ao longo do tempo se torna gratificante

As vezes me sinto como O Farol
Tomo a responsabilidade de guiar,
mostrando o caminho para aqueles que amo
e deixo que eles sigam seu curso.

Meu coração,como a luz do Farol
morada de quem precisa, tranquilidade e paz
e depois de um tempo, aquelas pessoas se vão
levando consigo uma parte de mim.

E assim como O Farol, tenho um mar para observar

um mar de pessoas, de vidas e de vivências
apenas guardo pra mim a certeza de do dever cumprido
viajantes vêm, viajantes vão, todos os dias, alguns deixam sua marca, outros, cicatrizes.


O Farol usa sua luz para apontar um destino

Eu uso meus sentidos para mostrar o norte
Mas ainda não segui viagem, eu aguardo

eu espero enxergar a luz do Farol que guiará meu caminho.


NAMASTË


by WΔ££™

1 de jul de 2009

Transmutação do mundo


O mundo mudou...
Já não existem mais sorrisos como antes,
as manhãs já não são tão quentes nem mesmo no verão
O mundo mudou
Tudo está muito apressado
não existem mais regras, os valores estão se perdendo.


O mundo está diferente
muito diferente daquele que eu conheci
as pessoas não se respeitam, não respeitam seus limites
e entregam suas esperanças por quase nada
O mundo está diferente
ele se tornou uma grande selva
onde caminhar se tornou incerteza e medo


O mundo mudou
não sei ao certo se pra melhor, ou pra pior
vejo olhares perdidos na multidão
entre eles meu próprio olhar, que antes era ávido e cheio de vontade
parece que tudo está mais frio, mais distante
O mundo mudou
a vida parece correr contra o tempo, mas parece correr tão devagar
não sei se pra melhor, ou pra pior, mas não gosto muito desse mundo.


O mundo não é mais o mesmo
aquele, onde costumávamos ficar no portão até tarde com os amigos
e que esses amigos estavam no mesmo lugar de sempre
hoje cada um tem sua vida, seu próprio mundo mudado
O mundo não é mais o mesmo
sinto falta daquele antigo mundo.


O mundo está estranho
as pessoas estão estranhas, acho que eu devo estar
pois o mundo deve me achar estranho também
ele não reconhece esse homem barbado, cheio de marcas
que busca um mundo que não existe mais
O mundo está estranho,
as ruas mais vazias, as janelas mais fechadas
o calor das portas abertas, se fecharam por medo
pessoas com medo de pessoas.


O mundo mudou, e eu preciso mudar também
preciso começar a entender esse jogo com regras cada vez mais confusas
preciso entender que as engrenagens não vão parar, mesmo que eu pare
O mundo mudou
e as regras mudaram, não sei se vou aprender a jogar
se minha cabeça aguenta, mas vou tentar
pois o mundo, aquele que eu um dia conheci e amei, não existe mais...


O Mundo vai mudar pra sempre!


NAMASTË


by WΔ££™

Carpe Diem


Olá amigos, Hoje como meu primeiro post, gostaria de compartilhar com vocês um e-mail que recebi de um grande amigo. Esse texto foi retirado da revista Exame, edição do dia 04/06/2009:

Aí um dia você toma um avião para Paris, a lazer ou a trabalho, em um vôo da Air France, em que a comida e a bebida têm a obrigação de oferecer a melhor experiência gastronômica de bordo do mundo, e o avião mergulha para a morte no meio do Oceano Atlântico.

Sem que você perceba, ou possa fazer qualquer coisa a respeito, sua vida acabou. Numa bola de fogo ou nos 4000 metros de água abaixo de você naquele mar sem fim. Você que tinha acabado de conseguir dormir na poltrona ou de colocar os fones de ouvido para assistir ao primeiro filme da noite ou de saborear uma segunda taça de vinho tinto com o cobertorzinho do avião sobre os joelhos.


Talvez você tenha tido tempo de ter a consciência do fim, de que tudo terminava ali. Talvez você nem tenha tido a chance de se dar conta disso. Fim. Tudo que ia pela sua cabeça desaparece do mundo sem deixar vestígios. Como se jamais tivesse existido. Seus planos de trocar de emprego ou de expandir os negócios. Seu amor imenso pelos filhos e sua tremenda incapacidade de expressar esse amor. Seu medo da velhice, suas preocupações em relação à aposentadoria. Sua insegurança em relação ao seu real talento, às chances de sobrevivência de suas competências nesse mundo que troca de regras a cada seis meses. Seu receio de que sua mulher, de cuja afeição você depende mais do que imagina, um dia lhe deixe. Ou pior: que permaneça com você infeliz, tendo deixado de amá-lo. Seus sonhos de trocar de casa, sua torcida para que seu time faça uma boa temporada. Suas noites de insônia, essa sinusite que você está desenvolvendo, suas saudades do cigarro. Os planos de voltar à academia, a grande contabilidade (nem sempre com saldo positivo) dos amores e dos ódios que você angariou e destilou pela vida, as dezenas de pequenos problemas cotidianos que você tinha anotado na agenda para resolver assim que tivesse tempo. Bastou um segundo para que tudo isso fosse desligado. Para que todo esse universo pessoal que tantas vezes lhe pesou toneladas tenha se apagado. Como uma lâmpada que acaba e não volta a acender mais. Fim.

Então, aproveite bem o seu dia. Faça uma oração, procure ver Deus em tudo. Imagine o dia que Jesus teve naquela cruz, e pense que foi por você. Extraia Dele todos os bons sentimentos possíveis. Não deixe nada para depois. Diga o que tem para dizer, se for pra edificar, se não for, deixa pra lá. Demonstre força. Seja capaz de olhar pra você mesmo e mudar. Não guarde lixo dentro de casa. Não cultive amarguras e sofrimentos. Prefira o sorriso. Dê risada de tudo, de si mesmo, e ofereça a sua mão ao Salvador.


Não adie alegrias nem contentamentos nem sabores bons. Seja feliz. Hoje. Amanhã pode ser tarde. Ontem é uma lembrança. No fundo, só existe o hoje, para dar uma chance a Deus em nós......


Vai!


Bom, esse texto nos mostra, que devemos aproveitar nossos momentos da melhor maneira possível, pois eles são únicos, às vezes deixamos de dar um telefonema, de abraçar alguém, de escrever uma carta, ou até mesmo de dar um bom dia com vontade, pois estamos tão mergulhados em nossos próprios problemas, que achamos que o mundo simplesmente pára por causa deles, e isso não é verdade, a vida continua a borbulhar em todos os cantos, não importa o que estejamos passando.

Temos que ao menos tentar, dar o nosso melhor, por nós e por todos aqueles que nos são valiosos, e um ótimo começo pra isso é que saibamos tirar o melhor do nosso dia a dia, sorria, leia um livro, procure ouvir os mais velhos sem julgamentos, critique, mas aceite criticas construtivas, chore se tiver que chorar, mas não gaste suas lágrimas por qualquer coisa, dançe como se o mundo fosse acabar, trabalhe, mas não se mate por causa dele, ouça uma música que te fale ao coração, mas principalmente, diga a uma pessoa especial que você a AMA, talvez essa pessoa esteja esperando por isso mais do que você imagina.


CARPE DIEM!!

NAMASTË

WΔ££™