9 de fev de 2010

MOMENTO NERD - FICÇÃO OU NEM TANTO???


Boa noite caros amigos,

Apesar da minha veia NERD, no ano que passou fiquei meio que correndo por fora das "atualidades" do mundo geek, talvez por conta do trabalho, que me tomou muito tempo e também porque NERD também vive né? Rsrsrs...enfim, não assisti watchmen, não fui ao concerto Video Games Live (Que aconteceu em outubro na minha cidade, e fiquei triste demais por não ter ido) Não assisti à estréia de AVATAR nem de 2012 no cinema, e é exatamente desse último que gostaria de falar no meu post de hoje, ou melhor...quase!

Ontem, depois de relutar muito, resolvi assitir a esse que foi um dos maiores Hypes de 2009, e confesso que não fiquei muito surpreso com o que vi, e não foi porque não gostei dos efeitos visuais, sonoros, diria que até as performances dos atores principais, John Cusack e Danny Glover estão até convincentes para um filme do gênero, principalmente um filme com uma história tão "previsível" (Desculpa o trocadilho) quanto 2012.




FICÇÃO:

E pra quem acabou de chegar de marte ou saiu de algum reality show, e não ficou sabendo das últimas, esse filme é baseado em uma antiga teoria Maia, uma civilização que cultivava um profundo conhecimento astronômico (talvez até mais preciso que os informes meteorológicos do Jornal Nacional), profetizava que o mundo como conhecemos iria sofrer vários cataclismas naturais, que culminariam no dia 21/12/12, devido a um suposto alianhamento planetário, a terra sofreria vários e sérios danos devido a alterações bruscas em seu campo magnético, o que causaria falhas nas placas tectônicas (Os pilares que sustentam os continentes) causando um verdadeiro caos planetário. Uma das coisas interessantes do filme, é que ao menos dessa vez, o diretor Roland Emmerich, famoso por sua fixação em destruir as coisas (Leia-se Independence day, Godzilla, e O Dia Depois de Amanhã), não se esqueceu nem do nosso Cristo Redentor, com direito a narração jornalística em português tupiniquim mesmo. Enfim, o filme é uma produção bem feita, e as cenas até que convencem, só não convencem mais por um pequeno detalhe:



REALIDADE:

Nos últimos anos, vimos cenas que fazem hollywood parecer piada, vimos as torres gêmeas serem "bombardeadas" ao vivo, vimos a fúria de uma tsunami que devastou a costa asiática, e isso só pra citar as catástrofes que ocorreram fora de nosso país, o fato é que, essas catástrofes se tornam ainda piores com o passar dos anos, as chuvas, terremotos, maremotos, tufões e furacões mostram que a Mãe natureza não está de brincadeira, e está respondendo à altura a todas as agressões causadas pelo homem nesse Planeta que nos foi dado como morada, não sei se essas previsões dos Maias se concretizarão em 2012, o que eu sei, é que o tempo está se esgotando, o tempo que a humanidade, principalmente as grandes corporações mundiais tem para fazerem algo a respeito do aquecimento global, do efeito estufa, da superpopulação, e de várias outras catarses que podem sim, ser a verdadeira causa, para que o nosso mundo que nós conhecemos hoje se torne poeira cósmica, enquanto países como EUA , França, Alemanha e Japão não criarem uma política justa sobre consciência ambiental, o mundo continuará seguindo rumo a um futuro incerto, com calotas polares se derretendo, matas sendo devastadas, e animais cada vez mais extintos, nosso equilíbrio ambiental pede socorro, e entidades sérias como Greenpeace e WWF continuam meros MST da Natureza, e curiosamente são exatamente estes países, segundo estatística, são os que mais poluem no mundo inteiro, e nossos colegas da AMÉRICA insistem em não fazer parte do protocolo de Kyoto, hoje, caros amigos, não é preciso ser ambientalista pra entender que o mundo pede socorro, aliás, pede PRONTO-SOCORRO, pois a situação é grave, quem viu nos jornais os impressionantes 43° que acometeram o Sul do Brasil nos últimos dias, deve saber que algo está muito errado.

Talvez, o diretor de 2012 dessa vez, foi um pouquinho mais além de apenas ganhar alguns milhões de dólares com uma produção hollywoodiana, talvez, tenha sido essa a maneira dele de dizer ao mundo inteiro, que ainda há tempo de se fazer alguma coisa...SERÁ???

NAMASTË

6 de fev de 2010

Previously, on LOST...


Boa Noite caros amigos e seguidores,

Desculpem a ausência, mas como todos voces devem saber e passar por isso, a correria do dia a dia me impediram de estar aqui ultimamente, queria estar aqui todos os dias, queria estar mais presente nos blogs de voces, e sempre que sobra um tempinho, dou uma sapiada nos posts de vocês, e digo que estou adorando tudo, mesmo que não comente, mas sempre que posso, estou na área.

Bom, mas agora, chega de enrolação e vamos para o post do dia, ou melhor, da noite, tanta coisa boa acontecendo esse ano, daqui uns dias começa meu novo curso na faculdade, estou muito empolgado, e claro, não podia deixar de falar da estréia do ano, a sexta e última temporada da minha série predileta...LOST!

E a temporada já começou bombando, com uma das MELHORES apresentações de temporada de toda a série, e quiçá, de todas as produções já feitas para a TV, o primeiro episódio, LA X, já é com certeza, candidato ao EMMY, e mais uma vez, a série inova na narrativa, já era de se esperar que os produtores Damon Lindelof e Carlton Cuse iriam nos presentear com algo inusitado, como foram com as outras temporadas, em que cada uma focou num ponto, assim como a primeira foi a Ilha, na segunda conhecemos a Escotilha (que mais tarde saberiamos que se tratava de uma das estações Dharma) , na terceira temporada foi focada nos "Outros", já a quarta introduziu novos e intrigantes personagens, a " Turma do cargueiro de Naomi", e a quinta, nas viagens no tempo. Para essa sexta temporada, os produtores ousaram, e na minha opinião, muito mais do que nas outras, pois entraram em um campo, ao mesmo tempo que perigoso, extremamente instigante e atraente a todos nós...AS REALIDADES ALTERNATIVAS!

Bom, não vou dar muitos detalhes pra não estragar a surpresa de quem ainda não assistiu, apenas posso dizer que esse tema, chama atenção pelo simples fato de que TODOS nós, ao menos uma vez na vida, nos perguntamos o que aconteceria se tivéssemos tomado essa ou aquela decisão? Quais descobertas ou desdobramentos se dariam, caso agíssemos diferente em determinadas situações? Ou, o ponto principal, será que dá mesmo pra fugir do destino? Será que seguimos um ponto linear na vida, em que, independente de nossas ações e escolhas, a vida tem um curso certo e sempre irá desembocar no mesmo curso?

Bom, essa é a questão que queria levantar nesse post, é por isso que sou tão apaixonado por essa série, porque ao passo que tentamos teorizar e desvendar seus mistérios, começamos a questionar nossas próprias vidas, e acredito que isso deve acontecer pra muitos fãs de Lost ao redor do globo.

Mas deixando a série um pouco de lado, mas ainda focando no " E SE...?" A dúvida é algo que nos acompanha desde os nossos primeiros dias, e acho que anda com a gente até os nossos últimos, quem é que em determinada situação, nunca ponderou, em fazer algo diferente, e acabou agindo completamente diferente do que havia planejado? Eu, já fiz isso várias vezes, e ainda vou fazer muito, isso faz parte de nossa natureza, somos seres questionadores, e nossa sabedoria é empírica, ao passo que aprendemos todos os dias, a lidar com nossos medos e frustrações, com nossas alegrias e sucessos, amores e desafetos, mas sempre, sempre mesmo, há uma segunda escolha a se fazer, um outro caminho pra seguir, e é ai que as coisas começam a ficar complicadas, porque mesmo que pudéssemos voltar no tempo e tomar uma outra decisão, a dúvida da segunda escolha sempre estaria lá, muito louco pensar nisso né? É estranho e muito comtraditório pensar que somos "donos" de nossos próprios narizes, e ao mesmo tempo, tão reféns de nossas escolhas, e porque não dizer, do destino!?

Vivemos num mundo de incertezas e injustiças, mas também um mundo maravilhoso, onde todos os dias, uma palavra, ou uma atitude, pode mudar completamente o rumo das coisas, alguém tem dúvida disso? Então experimente ficar um dia, apenas um dia, sem fazer completamente nada, fique trancado em casa, no seu quarto, com a porta fechada, sem conversar com ninguém, você pode até fazer isso por dias e dias seguidos, sempre haverá uma escolha a se fazer, pois mesmo que a gente escolha simplesmente não escolher nada, estamos automaticamente escolhendo, e é exatamente assim que a vida segue seu curso, talvez incerto, talvez não linear, ou talvez tudo volte ao seu devido lugar, eu acredito piamente que estamos nesse mundo pra que possamos aprender e evoluir, pra nos tornarmos pessoas melhores, melhores pra nós mesmos e para todos.


Muitas vezes, no entanto, nos sentimos fracos e impotentes, pensamos em desistir de várias coisas, e às vezes, acabamos desistindo mesmo, mas sempre existe uma outra escolha, aquela famosa e clichê "Luz do fim do túnel", e acreditem, essa "Luz" sempre esteve no mesmo lugar, a questão é que ficamos tão ocupados e com a mente cheia de problemas e dúvidas, que simplesmente não enxergamos nossas soluções, é como estar em um mar aberto, à deriva, sem enxergar nenhum barco ao redor pra te salvar, e voce entra em desespero, em vez de simplesmente relaxar, e deixar que a maré te traga de volta à costa.

Claro que ninguém deve ficar de braços cruzados e esperar que "Deus" cuide de tudo, somos responsáveis por nossas escolhas, e por todas as consequencias dela, assim como você é responsável pelos seus filhos, por seus animais, por suas plantas, sua casa e carro, é assim que deveriamos, cuidar de nossas escolhas, mas ao mesmo tempo, deveríamos parar de nos preocupar tanto com "o que seria" , e preocupar mais com o "que será"

NAMASTË