5 de abr de 2011

HIATO

"Depois da tempestade, sempre vem a bonança"

Citação tão antiga quanto os homens, e ainda assim, nunca foi tão difícil acreditar nisso!

Depois de muito tempo sem conseguir escrever, cá estou eu, de novo, nesse meu cantinho de sempre, que muitas vezes me ajudou, e muitas vezes me confundiu, mas que eu nunca consigo ficar longe.

Engraçado como as coisas acontecem, engraçado como o destino tece suas teias em nossas vidas sem pedir licença e sem ao menos saber que estamos preparados, até o dia 19 de março, eu pensava que minha vida tinha acabado, que não havia mais nada de bom em mim, mais nada que eu pudesse ofereçer a mim mesmo e aos outros, eu estava definitiva, fisica e mentalmente esgotado, minhas forças, completamente exauridas, e então, exatamente às 4:25 da madrugada, veio o destino e decretou que precisava mais uma vez, que eu exercesse meu papel, aquele sábado, mudou de maneira cruel, mas definitiva, a minha vida, pra sempre, o exato momento, em que meu irmão, entra no meu quarto e me acorda aos gritos, me pedindo ajuda, pois nossa Mãe, sofria um infarto fulminante, e estava, entre a vida e a morte, nunca, mas nunca mesmo, senti um medo tão forte em toda a minha vida, aquele momento foi uma visão intrínseca do que é um verdadeiro pesadelo, eu estava diante de um momento decisivo, quando vi minha Mãe, em meus braços, implorando pela própria vida, nunca havia me sentido tão pequeno, mas ao mesmo tempo, sabia que eu precisava agir, então, eu e meu irmão agimos, a levamos ao hospital, e com um tempo quase que escasso, conseguimos salvá-la, por muito, mas muito pouco, segundo as palavras dos próprios médicos, e foi aí, que começou um momento que considero um divisor de águas em minha vida, pois agora sei que minha vida se divide entre antes e depois do dia 19 de março.

Essas duas últimas semanas tem sido as mais difíceis, mais intensas, mais tristes, e mais desafiadoras que eu já tive, pois eu jamais poderia imaginar que mesmo aos cacos, como eu estava, eu ainda tinha em mim, uma força capaz de me manter erguido, e mais, de conseguir manter erguidos outros de minha família, aprendi da pior maneira quão frágil pode ser uma vida, mas ao mesmo tempo, quão forte podemos ser diante de momentos verdadeiramente difíceis, que pôem à prova tudo aquilo que se acreditou um dia.

Muitas coisas mudaram e vão mudar daqui em diante, minha Mãe ainda está internada, irá se submeter a uma cirurgia complicada amanhã, mas tudo o que eu quero é estar com ela, ver sua recuperação e estar pronto pra quando ela voltar pra casa, pois esse lugar é completamente morto sem ela, tá muito, mas muito dificil de aguentar, mas eu sei que vou dar conta, eu preciso dar conta, não só por mim, ou por ela, mas por todos que ainda confiam na minha força, por todos aqueles que me deram força durante todos esses dias, até aqueles que eu jamais imaginava que iriam um dia me apoiar, e outros, que infelizmente eu esperei tanto, mas sequer se manifestaram, eu vou seguir, ainda precisando de muita força, de Deus em primeiro lugar, e daqueles que provaram ser não só meus amigos, mas irmãos de verdade, não só de sangue.

Eu tenho certeza, que minha vida nunca mais será a mesma, e voltando à frase lá de cima, tenho fé que essa tempestade passe logo, pra que eu volte a sorrir de novo, pra que eu volte a escrever coisas boas, e que eu em breve dê boas notícias aqui, sei que as imagens daquela madrugada vão ficar pra sempre na minha memória, mas de certa maneira, elas vão estar comigo como se fosse um estandarte, para que eu jamais desista, de mim, e de todos aqueles que eu amo de verdade...A MINHA FAMÍLIA!!!!!

FORÇA, FÉ E SAÚDE MINHA MÃEZINHA, QUE EM BREVE A SENHORA VOLTE PRA TODOS NÓS!!!!